Diário de um Barbeiro 12 e um reconhecimento

Nossa série de Barbeiros em Brasília foi mais um vez coroada de êxito. Foram quatro récitas adultas e uma infantil. A última das récitas foi no dia 7 de setembro, e foi assistida por uma série de autoridades, entre as quais Juca Ferreira, o Ministro da Cultura e Marco Aurélio Garcia, assessor especial da Presidência da República, que puderam observar ao vivo o entusiasmo de uma casa cheia.
Pude aproveitar nossa estadia na capital para discutir nossos planos quanto ao futuro da Companhia e os resultados estão sendo muito promissores. No ano de 2011 continuaremos com a nossa produção itinerante do Barbeiro durante o primeiro semestre, em cidades que não foram visitadas esse ano, e no segundo semestre estrearemos uma nova produção, que brevemente queremos anunciar. Estamos também perto de encontrar uma sede para as nossas atividades e assim poderemos desenvolver com muito mais propriedade as atividades de uma companhia residente e de uma casa de ópera que funcione em moldes de excelência internacional.
Ainda em Brasília tivemos a oportunidade de receber um dos diretores do New York City Opera, que assistiu a uma de nossas récitas. Seu entusiasmo foi grande e imediatamente começamos a discutir a possibilidade de co-produções com a famosa casa lírica americana, assim como uma possível visita do nosso Barbeiro animado a New York.
Enfim, o futuro começa a tomar forma e esperamos ter boas notícias para o público em breve.
Esta semana, quem vai rir com as peripécias de Figaro e Almaviva é o público de Aracaju. Victor Hugo Toro rege as récitas em Sergipe e eu retomo a direção em Salvador na semana que vem.
É preciso sempre chamar atenção para os números: mias de 50 récitas em menos de 3 meses. 30.000 pessoas em 10 capitais terão assistido à nossa produção. Difícil de acreditar.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Mais uma vez um CD da OSESP sob a minha direção é indicado para o Grammy Latino clássico: dessa vez foi a gravação da Sinfonia Manfred de Tchaikowsky. Se ganharmos, será o segundo Grammy que nos é concedido. O primeiro foi com a “Pastoral” de Beethoven. Só a indicação já é um reconhecimento e espero que a OSESP, sob nova direção, venha a receber no futuro tantos prêmios e indicações quanto as que recebeu e que ainda vem recebendo, fruto do trabalho que realizei durante os 12 anos em que estive à sua frente.

Anúncios
Esse post foi publicado em Barbeiro e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Diário de um Barbeiro 12 e um reconhecimento

  1. Otávio disse:

    Só notícia boa Mestre!!!

  2. Alberto Almeida disse:

    Caro Maestro,

    Sou professor da Escola de Música de Brasília, e participei das récitas aqui em Brasília cantando no coro, juntamente com meus colegas do Madrigal de Brasília, também professores da EMB. Parabéns pelo projeto! Foi muito bom ver o teatro lotado com pessoas prestigiando um evento (ópera) que há muito não acontecia naquela casa (Aliás, o nosso teatro precisa de revisões estruturais urgentes, inclusive uma intervenção acústica!)
    Foi muito bom também ver no palco, nos papéis principais de um dos elencos, André Vidal e Luisa Francesconi. Ambos ex-alunos da EMB, colegas de turma, ou de coral, ou de farra de muitos de nós que ali estávamos… e como cantaram lindo!!! É muito bom saber que profissionais desse nível passaram por nossa escola, é muito bom saber que se tornaram excelentes em seu ofício; é muito bom saber que existe uma iniciativa para criar espaços para esses indivíduos exercerem sua profissão de forma digna. E mesmo para os que não sabiam que aquelas duas “metralhadoras de notas” eram gente dali, da vizinhança, foi um prazer escutá-los… assim como a todos os outros cantores de ambos os elencos.
    Fico muito feliz pelas boas notícias de continuidade do projeto, parcerias, sede fixa, etc, etc, etc… só temos a ganhar com tudo isso. Mais uma vez, parabéns, Maestro.

  3. Notícias que soam como boa música aos nossos ouvidos, maestro: parabéns! 🙂

  4. Wilson Andrade disse:

    Ansioso pra que o Barbeiro de Sevilla chegue logo à São Paulo.
    Parabéns Maestro!

  5. Gecilene disse:

    Estou muito, muito ansiosa mesmo para conferir as récitas no Rio de Janeiro, sim, porque com tamanha qualidade e sucesso, não tem como assistir a uma única apresentação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s