Veritas quae sera tamen

Muitos se lembram do triste episódio em que fui exposto no youtube com uma gravação evidentemente clandestina, em que fiz referências ao ex-governador, durante um ensaio da OSESP. Essa exposição ilegal serviu de estopim para o início do longo processo de fritura que resultou na minha demissão intempestiva da direção artística da orquestra.
Nunca se soube quem gravou nem como essa gravação foi realizada, até porque um covarde como esse só sabe trabalhar na surdina. Pois bem, estamos agora bem mais perto de descobrir a verdade. A delegacia de crimes eletrônicos está com pistas preciosas e boas chances de desmascarar quem postou o video no youtube. Daí a encontrar o resto da quadrilha é uma questão de tempo.
É bom que os difamadores que atuam à sorrelfa na internet, escondendo-se atrás do anonimato covarde, saibam que esta realidade de impunidade está mudando no Brasil.
A solução deste mistério não vai mudar nada na minha vida. Mas é sempre bom que a verdade venha à tona e que os desonestos envolvidos saiam da sombra. Veritas quae sera tamen.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Veritas quae sera tamen

  1. Mary-Helen TE disse:

    E também espero que o(s) culpado(s) tenham seu(s) nome(s) divulgado(s). Ou a Lei o(s) protegerá?

  2. Antônio Carlos Ferreira disse:

    Caro Maestro,

    Agradeço pela resposta sobre a Gala no outro post, e fico torcendo por seu sucesso. Foi só o senhor deixar a OSESP para, por exemplo, os novos administradores não programarem mais uma ópera sequer em forma de concerto na temporada da orquestra com aqueles ótimos cantores que o senhor contratava. O Senhor faz falta, muita falta.

  3. alexandre disse:

    Realmente foi uma covardia que merece todo repúdio e toda a punição prevista em lei.
    mas foi útil pra furar a blindagem que aquele ditador desfruta na imprensa.
    hoje,pode ser percebida em toda a clareza a personalidade daquele senhor e do grupo político-midiático-empresarial que o apoia.
    Realmente,desestabilizar a vida de terceiros por um objetivo político é totalmente reprovável. mas é que Deus escreve certo por linhas tortas. Não é pelas mãos do justo que o ímpio serÁ castigado. E aposto que o amigo maestro é mais feliz hoje do que naquele tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s